complexogel

O COMPLEXOGEL é um blog que integra o emocional, o mental, o intelectual e todas as formas do conhecimento, numa verdadeira salada de idéias

segunda-feira, outubro 24, 2005

A DUALIDADE DO AMOR

Em estado de amor não existe sentimento de posse, poder e guerra.

Amor é uma relação de integração com o mistério, com o que está ausente do mundo, que contem tudo o que é.

A essência do amor consiste na intransponível dualidade dos amantes.

Um grave erro quando se está em estado de amor é a tentativa de transpor a coexistência dos diferentes, de domar a situação, de conhecer o desconhecido, de acorrentar a fúria do amor, de abrandar o inflexível. Isso tudo é o início do fim do amor.

O amor não sobrevive sem a dualidade dos amantes.

A morte do amor se dá quando há o sentimento de posse, de domínio e desencanto. Nisso reside à vulnerabilidade e a fragilidade do amor.

O amor acaba quando ele é subjugado ou quando se acabam às incertezas no relacionamento; porque quando isso acontece, acaba-se também a magia, o encantamento das ações inesperadas, que trazem surpresas, humor e apimentam a relação.

O desafio, a atração e a conquista do outro tornam toda a distância entre eles, ainda que pequena, insuportavelmente grande, e é por isso, que um se joga nos braços do outro. É pela fusão que se cura esse tormento, quando se fecham os olhos, entre suaves carícias e entregam-se ao profundo prazer de se tocarem sensualmente.

O amor não aconteceria sem: o desafio, a atração e a conquista, mas não pode acontecer sem se entregar as carícias e ao prazer.

O amor move-se em direção do outro.

47 Comments:

  • At 2:28 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Thiane said…

    Muito obrigada pela visita e realmente amei tudo o que escreveu, li tb seus posts anteriores, vi que fala muito sobre o amor...e me identifiquei muito pois a pouco tempo perdi uma pessoa que amava muito e até hoje n sei bem o porquê...mas sigo em frente, ergui minha cabeça e tento pensar menos na saudades! beijos no coração!

     
  • At 2:30 PM, outubro 24, 2005, Blogger stela said…

    E é uma pena quando acaba não é?
    Embora esse fim, normalmente traga lugar a outro, que por vezes tarda em vir...
    Obrigada pela visita.
    Bjs

    P.S. Gostei muito do teu blog!

     
  • At 3:37 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Maria do Céu Costa said…

    Um ponto de vista de agradavel leitura. Beijinhos.

     
  • At 4:01 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Labellaluna® said…

    Amor é liberdade...
    beijos lindo... adorei(mais uma vez) o seu texto...
    Meus blogs

    http://puralua.zip.net
    http://abolsadamulher.zip.net
    http://nosbaresdavida.zip.net
    http://jornalblogacional.zip.net

     
  • At 5:00 PM, outubro 24, 2005, Blogger Desconhecida said…

    O amor dura enquanto houver algo a descobrir, a discutir, a desafiar...quando se acha que tudo está tomado como certo, o amor acaba!

     
  • At 7:14 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Márcia(clarinha) said…

    meu querido!!
    o amor acontece unilateralmente mas a felicidade desse amor somente se houver dualidade,assim como tudo na vida,se compartilhado muito mais feliz!!!!!!!!!
    amei seu texto!!!
    linda semana
    beijosssssssssssssssss

     
  • At 7:14 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Billie Holiday said…

    Um blog sobre o amor, que luxo! O amor é sempre bem-vindo! Um grande abraço pra ti.

     
  • At 7:38 PM, outubro 24, 2005, Anonymous camila said…

    to desacreditando em tudo isso. to desacreditando até que o amor realmente existe.

    que eu faço pra voltar a acreditar?

     
  • At 8:23 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Dani said…

    Poderia ser tudo tão diferente, o amor poderia atravessar todas as crises sem descrença, sem feridas...ando na direção do amor, e ele se esconde de mim...beijos carinhosos...

     
  • At 8:26 PM, outubro 24, 2005, Blogger Porquê? said…

    Terragel,
    grande verdade! O sentimento de posse destroi o amor. Penso que é comum em todos os apaixonados cairem nesse erro e por isso normalmente nunca ficamos com o nosso primeiro amor. Mas as más experiências acabam por ser uma lição e o segundo amor já nasce mais maduro, talvez com outros erros mas não com aqueles erros que destruiram a magia do primeiro amor.
    Este teu texto (especialmente a frase "acaba-se também a magia") fez-me reviver uma experiência dolorosa...mas hoje aqui estou eu de cabeça erguida e com outra maturidade....
    Um abraço,
    espero-te no meu cantinho....

     
  • At 10:03 PM, outubro 24, 2005, Blogger Vanessa said…

    Opa!!!!
    Com certeza elas são gêmeas univitelinas :~

     
  • At 10:19 PM, outubro 24, 2005, Anonymous offlaine said…

    VIM SÓ AGRADECER A VISITA, MAS GOSTEI DE TER VINDO. PARABÉNS
    1000 ABRACINHOS

     
  • At 11:04 PM, outubro 24, 2005, Blogger Saramar said…

    terragel, boa noite.

    Uma poderosa mensagem, principalmente quando se refere aos erros. Você definiu exatamente como acabam os amores.
    Acredito que precisamos ser iguais e diferentes para sermos amor, um único amor. E você traduziu perfeitamente essa dualidade.
    Parabéns, mais uma e mais uma vez, obrigada.
    Beijos

     
  • At 11:05 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Illusion said…

    Bom, uma coisa que temos que encontrar é a tal alma gêmea, ou alguma pessoa q amamos...
    Abraços

    Meus Blogs:
    http://nosbaresdavida.zip.net
    http://jornalblogacional.zip.net

     
  • At 11:38 PM, outubro 24, 2005, Anonymous Anônimo said…

    Blogue da Magui
    http://semprembs.blog.uol.com.br
    Isso é um verdadeiro tratado sobre o amor!

     
  • At 12:24 AM, outubro 25, 2005, Blogger luma said…

    Amor platônico não existe! Boa semana! Beijus

     
  • At 12:27 AM, outubro 25, 2005, Anonymous Clara said…

    +*_/\_
    .*. >,"< * + * . +
    *´¨) Aproveite tudo que puder a cada hora, cada dia e cada época da vida.
    ¸.*´ Assim você poderá olhar para frente com confiança e para trás sem ressentimentos.
    *´¨) Seja você mesmo, mas dê o melhor de você!
    ¸.*´ Atreva-se a ser diferente e seguir sua própria estrela...
    *´¨) E nunca tenha medo de ser feliz!!!
    ¸.*´
    ¸.*´ Uma excelente Semana pra vc!!
    *´¨)
    ¸.•´¸.•*´¨)
    (¸.•´ (¸.•`*Bjsss!!!

     
  • At 12:30 AM, outubro 25, 2005, Blogger Paula Raposo said…

    O amor move-se na direcção do outro...é isso. Beijos

     
  • At 6:28 AM, outubro 25, 2005, Blogger Paula said…

    Oláa... Gostei especialmente da tua última frase!
    Um beijinho!

     
  • At 2:31 PM, outubro 25, 2005, Blogger Martuxa said…

    Significado dos beijos:

    1. Beijo na mão - Adoro-te!
    2. Beijo na bochecha - Eu só quero ser um amigo!
    3. Beijo no pescoço - Quero-te!
    4. Beijo nos Lábios - Amo-te!
    5. Beijo nas orelhas - Eu só tou a fazer jogo!
    6. Beijo em qualquer outro lugar - Não nos vamos deixar levar!
    7. Olhar nos olhos - Beija-me!!!
    8. Brincar com o teu cabelo - Não posso viver sem ti!
    9. Mãos na cintura - Amo-te demais pra te deixar ir embora!

     
  • At 2:53 PM, outubro 25, 2005, Anonymous Dani Fonseca said…

    Ei... Vc nãoq uer difundir as suas idéias, não?!? Tipo criar uma doutrina ou coisa parecida?!?!

    Pq não é possível vc entender tão bem e ter gente que não faz idéia disso!!! Concordo e muito contigo!!!

    Super Bjos^.^

     
  • At 3:52 PM, outubro 25, 2005, Anonymous FrOg said…

    HaHa, o amor me parece uma coisa muito instável! Mas também parece que é isso o que o torna tão especial.
    Abraço.

     
  • At 4:20 PM, outubro 25, 2005, Blogger Tatiana Valentina said…

    Sim... se o amor fosse certinho..que graça teria ????

    Bjs da portuga

     
  • At 4:27 PM, outubro 25, 2005, Blogger TonMoura said…

    Chique perde!

    Estou te linkando.

     
  • At 5:48 PM, outubro 25, 2005, Blogger Nilza said…

    Olá!!

    Bom seu post. Uma visão bastante interessante..rs
    beijos

     
  • At 8:25 PM, outubro 25, 2005, Anonymous Rose said…

    Olá! Recebi sua visista, vim conhecer seu espaço e me deparei com esse belo texto. O amor não tem fronteiras, não tem dono, não sobrevive sem o mistério, a magia, a certeza e a indefinição. O amor atrai, seduz, conquista e se eterniza nos corações daqueles que respeitam o outro como parceiros, na maravilhosa aventura que é viver.
    Tem festa no meu blog. Passe por lá.
    Grande BEijo!

     
  • At 11:36 PM, outubro 25, 2005, Blogger luma said…

    Boa noite! Beijus

     
  • At 12:09 AM, outubro 26, 2005, Anonymous vida said…

    SINCERAMENTE HOJE NÃO SEI FALAR DE AMOR, RSRSRS.. ESTRANHO NÉ ?

     
  • At 3:05 AM, outubro 26, 2005, Anonymous Ostra said…

    oi!
    Acho que quando acabam às incertezas acaba a paixão...não o amor.Tem que manter um certo mistério.
    Tesão, atração eh muito facil...o dificil pelo q vejo eh ter uma grande admiração...rs...amizade...
    Não tenho visto muito isso por ai!
    Bjs
    nem leio o q escrevo pq eh pérola

     
  • At 7:38 AM, outubro 26, 2005, Anonymous Val said…

    Engraçado que eu não consigo imaginar que um dia o amor que tenho pelo meu marido e vice-versa acabe.Nesses anos todos nem se quer esfriou,quanto mais acabar.
    O último paragrafo do post combina muito com a gente...rs.
    beijos,adorei o post

     
  • At 8:42 AM, outubro 26, 2005, Anonymous Mônica said…

    Bonito, consistente e verdadeiro.
    Gostei muito.
    Um beijão

     
  • At 10:24 AM, outubro 26, 2005, Anonymous Marie F. said…

    Estou gostando de ler os textos daqui. Agradeço pela visita!
    Marie F.

     
  • At 11:46 AM, outubro 26, 2005, Blogger Tatiana Valentina said…

    o amor é estupidamente âmbiguo

    Bjs e fica bem

     
  • At 3:52 PM, outubro 26, 2005, Blogger TMara said…

    concordo com o k dizes, e bem. Mas na síntese final falta o respeito pelas diferenças e a aceitação delas k referes ao longo do texto.Boa seman. Bjs e ;)

     
  • At 3:54 PM, outubro 26, 2005, Blogger Onapomona said…

    Oi mocinha
    fiquei muito comovida com seu comentario la no Tutameia ( desculpe, estou na USP e aqui nao tem acentos...)
    Volte sempre, t[a
    beijos
    ca

     
  • At 3:54 PM, outubro 26, 2005, Blogger Onapomona said…

    Oi mocinha
    fiquei muito comovida com seu comentario la no Tutameia ( desculpe, estou na USP e aqui nao tem acentos...)
    Volte sempre, t[a
    beijos
    ca

     
  • At 4:07 PM, outubro 26, 2005, Anonymous uma canceriana said…

    Adoro ler-te. Beijos zodiacais...

     
  • At 4:47 PM, outubro 26, 2005, Anonymous Lidiane said…

    Fim do amor? vixi..complicado falar sobre isso hj..to sentindo na pele..belo texto..bjos pra ti!!

     
  • At 5:01 PM, outubro 26, 2005, Blogger Patty said…

    Ai ai, não tem como ler sobre o amor e não nos questionamos, não suspirarmos... Amor e dualidade, o mundo é todo assim né? Bom/mau
    Mentira/verdade
    Tenho aprendido muito mais sobre o amor aqui no teu blog.
    Umm beijo!

     
  • At 6:44 PM, outubro 26, 2005, Blogger luma said…

    Panetagel - complexogel - terragel...depois diz que eu que faço suspense! Obrigada pelos elogios! Beijus

     
  • At 9:37 PM, outubro 26, 2005, Blogger lazuli said…

    Não há amor platónico?

     
  • At 9:58 PM, outubro 26, 2005, Blogger Lia Noronha said…

    Terragel: falar de amor é tão complicado...é muito complexo gel mesmo!
    Beijos de boa noite.

     
  • At 9:52 AM, outubro 27, 2005, Blogger Janaina Staciarini said…

    Uhmmm. Acredito em amor platônico. Acredito em Paula & Bebeto, canção na qual Milton diz que "Qualquer maneira de amor vale amar". Gostei do texto. Beijos.

     
  • At 10:40 AM, outubro 27, 2005, Anonymous PAULA said…

    Tem coisa mais gostosa do que se jogar nos braços do amado??? No auge da paixão?? Mas é bem como vc falou, o amor acaba quando não há mais aquele encantamento das pequenas surpresas.... :(
    Beijocas ... boa semana!!

     
  • At 10:54 AM, outubro 28, 2005, Blogger Visible Silence said…

    Querido Terragel,
    "O amor não sobrevive sem a dualidade dos amantes" adorei esta frase...
    Falar de amor... tão teórico... todos nós sabemos como deve ser... como nos devemos comportar... porém, quando o amor nos bate à porta, todos nós cometemos os mesmos erros...
    O amor não é mais do que um encaixe de defeitos e virtudes de dois seres... respeitando sempre a individualidade...
    Sim... as incertezas são fundamentais para a sobrevivência do amor... mas não todas as incertezas...
    Há incertezas que minam um relacionamento... o amor precisa de se basear na confiança e respeito... de serenidade...os amantes devem ser capazes e desejarem colmatarem as inseguranças da pessoa amada...
    É que tu amas e só tu sabes o que sentes, como sentes... a pessoa amada só pode acreditar... e para isso é necessário estender a mão e ajudar a subir os degraus bem íngremes que é a insegurança...
    Não se trata de dar provas de amor... mas o que custa... se amamos o demonstrar... tomar algumas atitudes e cuidados que sabemos ser importantes para a pessoa amada...???
    Amor... amar... tão simples... tão complexo...
    Mil beijinhos

     
  • At 7:49 PM, novembro 24, 2005, Anonymous Enigmática said…

    Planeta Gel..Olá!Olá!
    Existem muitas Enigmáticas..estão
    em toda a Web!!!
    Nos spaces tem muitas..no Orkut é uma concentração delas...se una a nós...
    Eu estou aqui...
    Enigmática Sempre...(não esqueça do acento)...Existe a Comunidade
    Enigmática_e_novos*poetas....é minha mas esta por força maior aos cuidados de um amigo.

    Temos uma Comunidade de
    Enigmáticas com Muito charme...

    Enigmáticas são perseguidas por Enigmas não decífraveis...sem solução..dai nos tornamos Enigmáticas...

    Percebi mesmo a ausência da Materia
    pois nela tinha um poema que fiz
    ao Planeta Gel!!!E isto não foi um enigma difícil de resolver....
    eu entendi tudinhuuuuuuu!!!

    Mas agradeço muito a presença de
    Planêta Gel em meus domìnios..e sempre uma honra pra mim!!!

    Bjus/.Ceci/Campinas.

     
  • At 7:24 PM, agosto 20, 2011, Anonymous Maciel Alves said…

    O amor faz parte da dualidade, sua beleza está banhada pela feiura e sua feiura pela sua beleza assim não conseguimos ver o que realmente é, assim somos cegos e tristes e felizes de uma só vez. A linha entre o amor e a dor é bem tènue às vezes confundimos o quê é o quê. Esse é o amor Se amo e amar é bom, por que sofro por amor? Por que? Só encontro essa explicação: o amor faz parte da dualidade ...

     

Postar um comentário

<< Home