complexogel

O COMPLEXOGEL é um blog que integra o emocional, o mental, o intelectual e todas as formas do conhecimento, numa verdadeira salada de idéias

quarta-feira, novembro 30, 2005

DE ONDE VEM O AMOR

Só quem já amou de verdade pode entender o que é a ansiedade de depender da presença de outra pessoa para ser feliz. E o pior é tentar entender o porquê isso acontece, porque nos apaixonamos.

Se você está na condição de apaixonada, e principalmente se está nesta condição e não entende por que a pessoa de seu maior interesse não lhe dá a menor atenção, não se preocupe. Muitos já tentaram desvendar este mistério e não conseguiram.


Claro que até hoje, isto foi e seria uma pergunta sem resposta para toda a humanidade se não surgisse no mundo o BLOG complexogel.blogspot.com/ para responder a essa pergunta.

Agora você vai ter a oportunidade de entender, através de poucas palavras de onde vem este sentimento que influencia qualquer pessoa, causando uniões conscientemente indissolúveis como verdadeiros contos de fadas.

Somente um matemático de grandioso status na área da Filosofia poderia decifrar o fenômeno da soma perfeita, resultado da união entre dois corpos ardentes de paixão.
Pitágoras da Samos, filósofo da Antigüidade, entendia não só dos números, os quais afirmaram ser a essência das coisas, mas também da música, que embala em todo o universo e todos os seus pontos, qualquer matéria, seja esta solitária ou em companhia de seus pares.


Pitágoras afirmava que, tudo o que se movimenta produz um som, e desta maneira nos revelava como o mundo dos espíritos se projeta no universo, tanto no interior dos corpos dos homens e dos animais, como fora dele. Tudo foi analisado pelo homem em relação ao amor, este mesmo homem que não levou em conta que em qualquer momento de paixão, o que nos faz lembrar de nosso ser amado são as músicas.

E é exatamente este o motivo da atração à primeira vista entre duas pessoas, e que pode durar eternamente, pois a lei universal descrita por Pitágoras, de que tudo que se move produz um som, serve também para nossas células.


Quando duas pessoas se encontram, e as músicas produzidas por suas células se combinam, elas se embalam através do coração e de suas mentes, e este sentimento pode se perpetuar pela vida toda.
Resumindo, cada um de nós tem uma música dentro de si. Quando esta música combina com a de alguém, não tem jeito, é amor à primeira vista.

O amor independe, por este motivo, de qualquer condição social, religiosa e até mesmo de gênero, ou seja, o amor pode acontecer entre homens e mulheres, mulheres e mulheres e homens e homens.

segunda-feira, novembro 28, 2005

ENERGIA DE UMA PAIXÃO

Domingo é dia exclusivo dos namorados. Não para sair, mas para ficar. Se não é pura chatice. As filas do cinema já avisam que nunca chegará sua vez, porque não existe espaço possível pra tanta gente. As áreas de alimentação lotadas. Televisão? Melhor fazer um haraquiri. Quando se ama, todo dia é domingo - e as frases mais bobas são as mais perfeitas. Todos os apaixonados são idiotas, visto de fora. Mas por dentro o corpo adquire um frisson que permanece com você o tempo inteiro. A paixão real é muito mais interessante do que as que aparecem no cinema. Quando a gente está contente nem pensar que está contente a gente quer. Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome. É isso que acontece com os casais apaixonados. Mas quando a paixão fica aflita para pousar na pessoa amada e é impedida, acaba se tornando outro sentimento: a angústia. A paixão é de natureza alegre, precisa se expandir. Asfixiada, ela morre. O amor prefere morrer a ser rebaixado de posto, visto que é o rei dos sentimentos. A paixão tem a noção exata do que é a brevidade da vida. Sabendo que é efêmera precisa aproveitar cada segundo. Anseia por beijos. Quando a paixão acaba não se sabe pra onde ela vai. Provavelmente vira energia, fica pairando por aí, sem perder, no entanto, sua essência. É capaz de vôos rasantes, dando sorte às pessoas que sem querer esbarram numa paixão sem dono. Sabe quando você sente uma alegria inesperada e sem motivo? É uma paixão pairando que acabou de passar pela sua cabeça. Para se manter viva, a paixão quer abraços, beijos, quer pegar chuva, quer fazer mais amor, quer cheirar, quer saborear, enfim, quer tudo toda hora.

quinta-feira, novembro 24, 2005

CIÚME

O ciúme, se for moderado enfraquece o relacionamento tirando-lhe o sabor e destemperando o amor, se for forte, destroi o amor de forma devastadora.

O maior problema com os ciumentos, é que nenhum amor será intenso o bastante e ninguém é confiável, porque eles passam seu tempo procurando "chifre na cabeça de porco". O ciumento julga, interpreta e suspeita de sua parceira em quisquer circunstâncias, e o pior é que não acreditam que sua parceira o ame tanto.

As pessoas ciumentas geralmente são dotadas de grande capacidade imaginativa. Criam fantasias absurdas e passam a acreditar naquilo como verdade.

O ciumento atormenta a sua parceira para que ela chore e ele viva a ilusão que ela chora por ele.

quarta-feira, novembro 16, 2005

COMPROMISSO

O sentimento de compromisso é uma conseqüência do nosso grau de satisfação com o nosso relacionamento.

Entramos num relacionamento amoroso esperando estar fazendo a coisa certa, esperando desfrutar ótimos momentos, ter uma mão amiga quando precisamos, ser socorridos na aflição, uma companhia para a solidão, apoio para sairmos de uma dificuldade, um consolo em nossas derrotas e os aplausos em nossas vitórias, a gratificação que nos toma imediatamente quando nos livramos de uma necessidade e o sentimento de ser e pertencer a alguém.

Nós só amamos verdadeiramente quando começamos a entender o significado do sentimento do compromisso.

O compromisso é um forte laço de amor, porque ele confronta as pessoas, convidando-as para uma vida juntas, uma história.

Muitas vezes as promessas de um compromisso ficam irrelevantes ao longo do tempo, são esquecidas, ou mesmo proteladas. Muitas vezes estamos do lado de alguém, mas sabemos que ele nunca mais estará ao nosso lado, porque a magia se desfez, o sentido daquele compromisso ficou turvo.

Para mantermos um relacionamento amoroso, precisamos estar em alerta constante, se cochilarmos, o problema vai ser grande, e a única certeza, é que as incertezas são permanentes. Portanto, nós nunca estaremos totalmente seguros.

Nós buscamos no relacionamento a expectativa de mitigar a insegurança que infestou nossa solidão, mas o tratamento que damos, só fez expandir os sintomas ainda mais, e agora nos sentimos mais inseguros do que antes, ainda que essa insegurança venha de outras coisas. Isso gera problemas, e só problema.

Investir num relacionamento sem ter absoluta certeza do seu amor pela sua parceira é inseguro, mesmo que desejemos o contrário.

Num relacionamento, podemos nos sentir tão inseguro quanto sem ele, ou até pior, pois os amantes em alguns casos tendem a se portar de modo estranho, seja tentando agradar ou controlar, às vezes até partindo para agressão física. Quando a insegurança embarca, perde-se a confiança, a ponderação e a estabilidade do compromisso. Nessas condições o relacionamento oscila entre a submissão e o poder absoluto, a aceitação humilde e a conquista arrogante, destruindo a autonomia do relacionamento e sufocando a da parceira.

quinta-feira, novembro 10, 2005

SAUDADE

Saudade é o sentimento do desejo realizado, é o profundo sentimento dos momentos já vividos e a falta da pessoa amada. É ter a sensação que o seu amor ficou marcado no tempo.

A saudade é uma sensação engraçada. Quando nos lembramos dos momentos já vividos, viajamos no tempo e sentimos as mesmas coisas e sensações, sejam boas ou ruins.

Quando somos tomados pela saudade, imaginamos ver nossa amada em todas as horas do dia, nas músicas e em cada pequena coisa que vivenciamos juntos. Insistimos em desejar aquela pessoa, não medimos as conseqüências para vê-la e não controlamos nossos impulsos quando a vemos.

A saudade é o sentimento supremo que uma pessoa desenvolveu na outra.

Quando a pessoa amada vai embora, nós continuamos presos ao tempo e ao espaço daquele amor. Passamos a viver o tempo zero, quando o sentimento é intenso e o tempo passa a ser perturbador em nossas vidas. Por isso, não temos nenhum lugar e não nos adaptamos a lugar nenhum. Continuamos esperando uma volta que jamais acontecerá, sentindo o que não mais existe, preso às lembranças.

A saudade é como o jogo de xadrez, sentimos a ausência da pessoa amada tão vivamente, porque não há nada que possamos fazer para reverter à situação. Levar um xeque-mate é um sentimento verdadeiro, sobre o verdadeiro sentimento.
A saudade é gostosa, quando nos confessa a certeza de amar e ser amado. Saudade da liberdade dos momentos mais íntimos de nós dois. Saudade que se transforma em suor, tesão e prazer.


Porque a melhor coisa do mundo é matar uma saudade, aquela saudade de estar, e pertencer a você.

Se algum dia não me achares, basta você imaginar onde eu não estou e se dirigir para onde você acha que eu possa estar, aí me escolha no meio de seis bilhões que lá eu estarei. Procure-me nas estrelas.

sexta-feira, novembro 04, 2005

A MAGÍA DE UM OLHAR

Seus olhos se cruzam numa sala lotada, e quando você se dá conta, a magia da atração está lá. O desejo de ficar com aquela pessoa se insinua do nada, e não precisa fazer tanto esforço para engrenar um “papo”. Você conversa, dança, ri, compartilha um drinque, conta uma piada, faz umas gracinhas, e quando você se dá conta um dos dois pergunta: na sua casa ou na minha? Nenhum dos dois está a fim de nada sério, mas de algum modo uma noite pode virar um mês, um ano ou mais.

A magia de um olhar pode fazer você perceber instantaneamente que alguma coisa mudou em você naquele momento, que daqui para frente você nunca mais será o mesmo. É como se o mundo inteiro tivesse mudado de preto e branco, para colorido.

A magia desse olhar cruzado que despertou um lampejo de desejo, levando-os a uma noite de sexo, pode ser a fronteira emocional entre a liberdade de um encontro e um relacionamento prolongado.

Do desejo satisfeito e pela vontade de ambos, continuar semeando, cultivando e alimentando esse desejo, surge a paixão, que germina, cresce e amadurece no cerne desse relacionamento.

Quando duas rotas completamente diferentes cruzam inesperadamente um olhar. Nasce imediatamente num lampejo, o desejo mutuo. Isso pode ser o começo de uma grande paixão
.