complexogel

O COMPLEXOGEL é um blog que integra o emocional, o mental, o intelectual e todas as formas do conhecimento, numa verdadeira salada de idéias

quarta-feira, dezembro 07, 2005

FAZER AMOR É PISAR NA ETERNIDADE

Fazer amor é coisa séria demais. Não basta um corpo e outro corpo, misturados num desejo.

Fazer amor é percorrer as trilhas da alma, uma alma tateando outra, desvendando sentimentos, descobrindo profundezas, penetrando nos escondidos, sem pressa com delicadeza.

Porque alma tem textura de cristal, deve ser tocada de leve, apalpada com carinho. Até que o corpo descubra cada uma das suas funções.

Quando a descoberta acontece é que o ato de amor começa.

As mãos deslizam sobre as curvas, como se tocando nuvens, a boca vai acordando e retirando gostos, provando os sabores, bebendo a seiva que jorra das nascentes escorrendo em cascatas, é o côncavo e o convexo em amorosa conjunção. É nascer de novo: no abraço, no beijo que sacia no infinito do orgasmo. Vale chorar, vale gemer.

Vale gritar, porque aí já se chegou ao paraíso, e qualquer som ha de sair melódico e afinado, seja grave, agudo, pianinho.

Há de ser sempre o acorde faltante quando amantes iniciam o milagre do encontro. Corpos se ajustaram, almas matizaram. Fez-se o êxtase! É o instante da Paz. É a escritura da serenidade!E os amantes pisam eternidades!


(Texto de um Frei do Colégio Santo Agostinho).

40 Comments:

  • At 9:54 AM, dezembro 07, 2005, Blogger Claudia Perotti said…

    Deslizei meus pensamentos que cada letrinha escrita e confesso, viajei! Adorei o texto! Perfeito!

    Beijos, querido!

     
  • At 1:33 PM, dezembro 07, 2005, Anonymous Enigmática said…

    Poxa..Que lindooooooo!!Que escolha boa deste texto..aiaiai
    foi muito verídico..viajei nas asas da imaginação agora..Parabéns!
    Nooossa ma foi um Frei?Que escreveu este texto...affffffff..rsrsrs
    Linda Tarde pra ti.
    Desculpe-me sou sincera por demais..
    Bjão/.

     
  • At 6:56 PM, dezembro 07, 2005, Blogger Maheve said…

    É, fazer amor precisa d euma quimica perfeita entre as pessoas, não somente entre corpos, temos que tocar a alma quando acariciamos o corpo

     
  • At 9:12 PM, dezembro 07, 2005, Anonymous Crys said…

    "Que importa procurar razões. Tudo tem dimensão e o formato do medo deste amor louco, desta carência de existir em fazer amor. Que importa procurar razões, explicações para as mais loucas dimensões desse medo de perder a noção de uma paixão." (Crys)

    Muito claro e verdadeiro teu texto amigo, vou deixar esse poeminha de presente pra vc! beijos querido!

     
  • At 1:39 AM, dezembro 08, 2005, Anonymous Claudia said…

    Só quem ama pra saber de todos esses sentidos... Inspiradissimo meu bichinho.. um beijo colorido

     
  • At 7:28 AM, dezembro 08, 2005, Anonymous T. said…

    Gostei mesmo de começar este meu dia - feriado, aqui - com este belíssimo texto que não conhecia.
    Dia muito bom. Beijo.

     
  • At 8:43 AM, dezembro 08, 2005, Blogger Patty said…

    Eita q texto bom menino!!!!!
    Adorei
    Um beijo e ótima quinta feira pra vc!!!!

     
  • At 9:23 AM, dezembro 08, 2005, Anonymous Sabrina Mieko said…

    Uia, que poético!!!
    Uau, esse texto tá super bonito... Romântico e um pouco sonhador, e até meio profano nas entrelinhas, hehehehe.
    Bjs

     
  • At 11:51 AM, dezembro 08, 2005, Anonymous Morgana said…

    Nossa fazer amor é pisar na eternidade! Lindo isso e verdadeiro tb!
    beijo

     
  • At 1:13 PM, dezembro 08, 2005, Anonymous Sparkling said…

    oi! =)
    Belo texto, muito bonito!
    *^*^*^*^

     
  • At 2:01 PM, dezembro 08, 2005, Anonymous Márcia(clarinha) said…

    Maomé chegando na montanha!!!!!rs
    escorregando por entre belas palavras desse texto lindo!!!
    belo dia meu querido!!
    beijossssssssss

     
  • At 9:12 PM, dezembro 08, 2005, Blogger luma said…

    Ops! Jura? um frei? Tá sabendo! (rs*) ou pelo menos no caminho certo! Beijus

     
  • At 10:28 PM, dezembro 08, 2005, Anonymous Rita said…

    Ola!!
    Venho deixar um abraço e dizer k gostei de ler este texto..tao interessante e bonito!!
    :)

     
  • At 2:41 AM, dezembro 09, 2005, Blogger Vera Lúcia said…

    Gel, querido amigo: que Deus lhe proporcione estar e viver (se o desejas, no ES que é um paraíso. O texto do frei vai me inspirar a escrever...é bem realista e eu concordo com ele. BJS de MONTÃO!!!

     
  • At 4:46 AM, dezembro 09, 2005, Anonymous FrOg said…

    Não sei o que é mais impressionante...
    O texto acima ser escrito por um Freio...
    Ou o fato d'eu perceber que só fiz sexo, mesmo! HaHa
    Vai saber...
    Abraço, téMais!

     
  • At 7:14 AM, dezembro 09, 2005, Blogger Paula said…

    Fazer amor é algo que Deus decidiu que assim fosse, com um grande objectivo: mostrar o relacionamento que deve existir entre Cristo e a Igreja. POrque como dizes, quando se faz amor, as duas almas unem-se numa só... esse acto tem uma grande importância e simbolismo.

     
  • At 10:27 AM, dezembro 09, 2005, Blogger Paula Raposo said…

    Sem dúvida, um texto correcto. Certo. E os amantes pisam a eternidade, é verdade. Beijos para ti, bom fim de semana

     
  • At 2:13 PM, dezembro 09, 2005, Blogger nascitura said…

    e o que estamos aqui a fazer não será também Amor?

     
  • At 2:13 PM, dezembro 09, 2005, Blogger Camiles said…

    Lindo texto. Ah, fazer amor... Acho que é de longe a melhor coisa da vida. Depois ficar abraçadinho, olhando o nada, infinito nada!
    Ai, faz tanto tempo que não faço amor... Uma pena!
    Me contendo com o sexo ultimamente!
    beijos e bom final de semana

     
  • At 5:35 PM, dezembro 09, 2005, Anonymous Anônimo said…

    Marinheiro triste
    Que voltas para bordo
    Que pensamentos são
    Esses que te ocupam?
    Alguma mulher
    amante de passagem
    Que deixaste longe
    Num porto de escala?
    Ou tua amargura
    Tem outras raizes
    Largas fraternais
    Mais nobres mais fundas?
    Marinheiro triste
    De um pais distante
    passaste por mim
    Tão alheio a tudo
    Que nem pressentiste
    Marinheiro triste
    A onda viril
    De fraterno afeto
    Em que te envolvi.

    Ias triste e lúcido
    Antes melhor fora
    Que voltasses bêbado
    Marinheiro triste!

    E eu que para casa
    Vou como tu vais
    Para o teu navio,
    Feroz casco sujo
    Amarrado ao cais,
    Também como tu
    Marinheiro triste
    Vou lúcido e triste

    Amanhã terás
    Depois que partires
    O vento do largo
    O horizonte imenso
    O sal do mar azul!
    Mas eu,marinheiro?

    _Antes melhor fora
    Que voltasse bêbado!
    Prá quem te quer....

    Manuel Bandeira

     
  • At 9:41 PM, dezembro 09, 2005, Anonymous Crys said…

    Oi amigo, voltei aqui só pra lembrar que quem perdoa é Deus viu, rsrs, deixa de ser bobo, eu respondi, vai lá ver...bjos

     
  • At 9:44 PM, dezembro 09, 2005, Anonymous Regina said…

    Que encanto tens tu amigo? Que me faz sorrir o coração. Que mágica tu dominas? Que me deixa a alma feliz.
    Uma palavra carinhosa, um consolo. A sensação de um carinho sincero. A ilusão da presença, a explosão da alegria.
    Uma cumplicidade infinita, nos sonhos do dia a dia . Que importa a distância? És a presença constante nas emoções da minha vida.
    Um dia, quem sabe, o destino caprichoso, que na geografia nos separou, possa nos colocar frente a frente. Pra num momento sublime, selar a amizade que ele mesmo criou.
    Bom fim de semana!
    Um beijo carinhoso.
    Regina

     
  • At 9:46 PM, dezembro 09, 2005, Blogger Sara MM said…

    pisam a eternidade e conquistam as estrelas!

    PS-não sumi ;o)

     
  • At 10:12 PM, dezembro 09, 2005, Anonymous Memorex said…

    Estou grata pelas tuas palavras deixadas no meu pequeno mundo enigmático e misterioso, cheio de vida.

    Deslumbrei-me no teu texto e senti-me solta e livre navegando nas doces palavras do meu ser, procurando um caminho que me contemplasse o pensamento das sensações descritas por ti, obrigada por este belo momento! :)

    P.S-» linkei-te no meu blogger, vou ser uma presença constante no teu cantinho.

    Bjs e abraços da Memorex e tenha um Bom Fim de Semana repleto de sorrisos apaixonados.

     
  • At 10:34 PM, dezembro 09, 2005, Blogger Betty Branco Martins said…

    Olá Terragel

    Belo texto este do (Frei)

    Fascina-me absolutamente quando as "batinas" entram nesta do amor "carnal-dito"

    Na luta da posse
    meu corpo guerreiro
    batalha no teu
    Meus beijos em seta
    percorrem a meta
    atingem loucura
    No espaço liberto
    da minha procura
    o limite... o limite
    apenas...
    não existe.

    Beijinhos

    Bfs

    (obrigada pelas tuas belas palavras)

     
  • At 3:17 PM, dezembro 10, 2005, Blogger embaixador said…

    Um cego ñ consegue achar o caminho, a ñ ser por ele tateando,mas o experiente fala de suas vivencias com imenso detalhes. Mas no amor só há quando de dentro surge o jorrar do q esta no interior . O amor ñ é feito,ñ se cria, é como cachorro a nadar[ninguem ensina] só se libera. Mas para se liberar tem q estar com o caminho já encontrado, as torneiras abertas. Ninguem ama se ñ se ama,como poderá ser diferente?

     
  • At 3:34 PM, dezembro 10, 2005, Anonymous £å£i said…

    ..certinho vc ..comos empre um lindo e verdadeiro texto...bjus e um otimo final de semana

     
  • At 8:02 PM, dezembro 10, 2005, Blogger Su said…

    gostei de ler .... os amantes pisam eternidades
    jocas maradas

     
  • At 8:45 AM, dezembro 11, 2005, Blogger Porquê? said…

    Querido amigo,
    vim aqui hoje apenas para te agradecer as tuas palavras no meu cantinho. Fizeram-me chorar, senti a tua amizade sincera e todo este apoio é muito importante para mim nesta fase....
    Não consigo pensar nem escrever...mas queria agardecer-te do fundo do meu coração a tua presença!
    Espero que estejas certo e que me venhas a conhecer muito feliz!
    Um grande beijo querido amigo,
    até breve!

     
  • At 9:31 AM, dezembro 11, 2005, Anonymous perdidu said…

    ola, fiz um blog onde tiro toda e qq duvida sobre informatica, manutençao de computador, tudo do genero. Vale a pena dar uma olhada, estarei ao seu dispor sempre! Obrigado pela atençao, um abraço a voce, e te parabenizo por um blog tao simpatico e bonito como o seu, bom domingo!

     
  • At 10:23 AM, dezembro 11, 2005, Blogger Natalie Afonseca said…

    Fazer amor é muito importante, no sentido em que não é somente a junção de dois corpos....é muito mais!!
    Bonito!!

    Um beijinho especial para ti!!
    :)
    Boa semana **

     
  • At 11:05 AM, dezembro 11, 2005, Anonymous Lucia Villa Real said…

    Muito me suspreendeu um texto como este escrito por um Frei....

     
  • At 2:03 PM, dezembro 11, 2005, Anonymous Liliane said…

    é o amor sempre nos leva ao céu.
    bjoks
    senti sua falta

     
  • At 2:04 PM, dezembro 11, 2005, Anonymous Karol said…

    Fazer amor não é só "eternizar a humanidade"... é pisar no paraíso, sem dúvida nenhuma!
    Bjos, boa semana =)

     
  • At 7:06 PM, dezembro 11, 2005, Blogger Ananda said…

    Passei só para deixar um beijo. ;)
    Fique em paz!

     
  • At 9:06 PM, dezembro 11, 2005, Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said…

    Genial! Lindo!
    Tem alguma ironia por ter sido escrito por um Frei :-)
    Mas está, de facto, um texto muito belo!

     
  • At 10:13 PM, dezembro 11, 2005, Anonymous Cissa said…

    Que LIINDOOOO...
    DEMAIS. to apaixonada por esse texto. e estava precisando ler algo assim.

    =**

     
  • At 12:22 AM, dezembro 12, 2005, Blogger Cristina said…

    Olá terragel,
    Ando sem tempo para visitar os amigos da blogosfera, deixo desde já do meu mundo para o teu, o desejo de um Feliz Natal na companhia de quem té é mais querido.
    O desejo que este teu Natal seja festejado com muita harmonia, paz e muita alegria.
    Um beijinhu com muito carinho :)

     
  • At 12:24 AM, dezembro 13, 2005, Blogger Visible Silence said…

    Querido amigo além-mar,
    "Fazer amor é percorrer as trilhas da alma"... só tu sabes tão bem pôr em palavras simples algo tão belo...
    Com o meu amor... faço amor...
    no primeiro beijo da manhã...
    no entrelaçar de dedos que unem nossas mãos...
    no abraço do reencontro ao fim do dia...
    no aconchego do nosso leito...
    no odor húmido das nossas peles, coladas pela seiva do prazer vivido e atingido com mútuo gemido.
    Passa lá no meu cantinho... em breve estará lá este texto... será telepatia?
    Beijinhos

     
  • At 7:17 PM, dezembro 13, 2005, Blogger Desconhecida said…

    Fazer amor pode ser tudo isso e muito mais, mas também pode ser simplesmente dois corpos que se unem para sentir prazer.

     

Postar um comentário

<< Home