complexogel

O COMPLEXOGEL é um blog que integra o emocional, o mental, o intelectual e todas as formas do conhecimento, numa verdadeira salada de idéias

sábado, junho 10, 2006

LIMITAÇÕES

Logo no começo do filme Proposta Indecente, a Demi Moore faz uma citação muito interessante sobre o amor: “Dizem que quando amamos muito alguém, devemos deixar essa pessoa livre... Se algum dia ela for embora para sempre é porque nunca nos amou – Se ela voltar é porque sempre nos amou”.

Acho que essa é a base de qualquer relação sadia, mas não vejo isso acontecer por aí... As pessoas estão fazendo do amor um certificado de propriedade do tipo - eu te amo e a partir de agora você é minha - Como se fossemos um carro, um objeto ou outro material qualquer.

O amor está perdendo o encanto, estamos ilhados num liberalismo afetivo que nós mesmos criamos.

Todo mundo quer namorar e viver um amor verdadeiro, mas ninguém acredita em ninguém... Estamos sempre com um pé atrás, sempre duvidando, sempre achando que a fidelidade é impossível. E essa insegurança, essa preocupação em “segurar” a qualquer custo a pessoa que amamos, sufoca, impõe, agride e incomoda demais.

Conheço gente que é doente de ciúme, que não permite amigos, que mexe no celular para ver as mensagens e ligações, que vive como um perfeito detetive afetivo, sempre na espreita tentando controlar a vida do parceiro.

Acreditem! O amor não é uma prisão... Ninguém é de ninguém, temos liberdade de escolha e somos donos, não prisioneiros de nossas opções.

Acho cada vez mais, que nasci para viver em outro tempo... Quando o amor tinha uma fome de bondade, de compaixão pelo outro, de proteção à pessoa amada.

Quando falo de amor, penso em amizade, em cumplicidade, companheirismo e em transar com carinho. Quando falo de amor, penso no cuidado mútuo, no bom dia, nos carinhos e no quanto é bom dormir abraçadinho. Quando falo em amor, me refiro a um sentimento pleno, sem cobranças, pressões e desconfianças. Quando penso em amor, me sinto bem utópico, porque amar exige coragem.

31 Comments:

  • At 7:27 AM, junho 10, 2006, Anonymous danielle said…

    é requer muito cuidado...
    relendo essa frase hoje vi que o qto é bom vc poder ter essa certeza, mesmo que esse retorno seja em forma de outros carinhos...

    beijos

     
  • At 9:58 AM, junho 10, 2006, Anonymous NADJA said…

    UAUUUUU AMIGO SE Ñ FOSSE CASADINHA IA TE PEDIR EM CASAMENTO KKKKKAMOR A MODA ANTIGA MUITO BOM HEHEHEH
    .....█_________________
      █|0000000000000000|
      █|0000000000000000|
      █|0000000000000000|
      █|0000000000000000|
      █|0000000000000000|
      █|0000000000000000|
      █|0000000000000000|
      █
      █
      █Rumo AO HEXA, Brasil!
      █
      █
      █
    ▄███▄ OTIMO FDS
    E TEM CHÁ DE MAÇÃ NO KITUTES
    TÁ SUPER QUENTINHO KKKKKKK
    AÇÚCAR OU ADOÇANTE!!!!!!
    http://kitutesdamamae.blogger.com.br/

     
  • At 12:18 PM, junho 10, 2006, Blogger Saramar said…

    Terragel, boa tarde.
    O amor desse jeitinho, bem tranquilo e sem traumas ou cobranças infantis é o meu sonho também, mas como você disse, ai, ai, requer muita coragem.

    Beijos

     
  • At 7:01 PM, junho 10, 2006, Anonymous Anônimo said…

    oie...
    quanto tempo, né?

    pois é, o ciúme e a possessão sáo temperos perfeitos para o fim. mas tem gente que nao entende isso.

    te beijo

    Nefertari

     
  • At 8:19 PM, junho 10, 2006, Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said…

    MAis um excelente post. Costumo usar e praticar a frase com que iniciaste o texto. Tento até já ensiná-la a minha filha, mas admito: nem sempre é fácil.
    Um beijo

     
  • At 11:26 PM, junho 11, 2006, Anonymous Paspa said…

    Isso mesmo. Mas, sabe, o mundo tá assim. Não só com o amor. Hoje é bem difícil você confiar em alguém.
    Esse final de semana mesmo, estava numa festa de formatura, e de repente senti que meu anel de formatura dado por minha avó, não estava mais comigo. Achei que havia perdido, e de fato havia mesmo.
    Chorei desesperada. Falei pra algumas pessoas, que me ajudaram a procurar. Só hoje, soube que a formanda havia achado, e deixado numa prateleirazinha do banheiro, achando que a pessoa que havia perdido pudesse encontrar ali.
    O problema é que ela foi muito ingênua, e outra pessoa pegou antes de mim. Fiquei com muita raiva! Nem tanto pelo valor do anel, mas pelo que a pessoa fez.
    O amor é assim, difícil de confiar.
    Só que, acho que ao mesmo tempo, o amor é um risco, porque você não escolhe quem ama, então, você tem que confiar.
    Perdi um amigo (que era amigo recente) por causa da namorada ( e dele mesmo), porque ela achava que eu estava dando em cima do namorado dela. Acho que ciúme atrapalha, e muito uma relação. Nunca fui tanto...e sempre tento mais e mais n ser.
    Enfim, o amor é livre, e se vc ama, vc confia! Cabe ao outro lado, fazer a mesma coisa.

    =**
    Ps: Acho que eh isso, n sou muito experiente com o amor...

     
  • At 1:37 PM, junho 13, 2006, Blogger Betty Branco Martins said…

    Querido Terragel

    Quem sabe... se o encontro não acontece!!! :))

    Um beijo grande

    (Deixo-te aqui parte de um trabalho meu)


    Entrei na cidade de Luz... ou abençoada – e um homem me falou sobre as escrituras, das suas jornadas, viagens, paixões e aventuras. E senti que os seus olhos estavam nas palmas das mãos, não, não era um figura bizarra! Todo ele era luz.
    E falou-me dos “valores” do amor.
    As suas palavras correm nas minhas artérias – livres!

    “Louca és como eu! consegues montar a tempestade como se fosse um corcel e agarrar o relâmpago como se fosse uma espada”

    Será que nos dias de hoje já ninguém se apaixona – de amores impossíveis – de amar por amar – apenas – por todas as razões – ou por razão nenhuma!
    Sem contratos pré-nupciais – sem aquele sentir que o amor é passível de ser combinado
    Neste momento lembrei-me (podiam ser outros) de dois lindos filmes de amor Assassinos Natos e O Monstro.
    Sim! É deste amor que eu falo:
    Do amor puro – do amor cego – estúpido – doente – de largos gestos, de correr riscos. Daquela saudade sem fim – tristeza – desequilíbrio – aquele arrepio do medo.
    Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo.
    Tanto nos pode fazer felizes - ou não!

    O verdadeiro amor é uma condição. O amor é um estado de quem se sente – é a nossa alma – a nossa alma a desatar – a desatar a correr atrás do que não sabe. No amor tem que haver ilusão – sonho – magia – luz e cumplicidade.

    Um momento – olhar – letras – palavras e o coração apanha-se ou perde-se para sempre. Distâncias, fronteiras que desesperadamente nos são inultrapassáveis – mas ama-se.
    E o coração guarda o que nos escapa das mãos
    O amor não é para se perceber.
    Na sua linguagem muito própria – transforma todo o agasalho dos sentidos.

    (Betty Branco Martins, in Luz - Amor – Movimento)

     
  • At 7:23 PM, junho 13, 2006, Blogger Å®t_Øf_£övë said…

    Terragel,
    O amor não se vê nos grandes gestos, nas grandes atitudes corajosas na defesa de quem amamos, nem nas demonstrações excessivas e exageradas de carinho.
    O amor muitas vezes expressa-se em atitudes julgadas por nós pequenas como por exemplo:
    Distanciar-mo-nos quando percebemos que o passo seguinte precisa ser dado pela própria pessoa que amamos, e desejar que o melhor lhe aconteça, ainda que esse melhor signifique a dor para nós.
    Acalmarmo-nos quando o desespero de quem amamos se expressa diante de nós e abraçá-lo quando nos dirige palavras que nos magoam.
    Atitudes como estas são de submissão, de ignorância e de uma simplicidade muito grande, própria daqueles que não têm amor próprio?
    Ah que engano!!!
    São atitudes e sentimentos de que somente grandes almas são capazes. Que exigem uma abnegação que não é por se ser instruído, polído ou culto que se terá.
    Pequenas atitudes, se avaliadas por medidas também pequenas, e vistas de um ponto de vista ainda menor.
    Mas... grandes e dignas atitudes, se forem avaliadas pelo prisma da grandeza da alma e se forem vistas com os olhos do amor!!!!

    Abraço.

     
  • At 9:15 PM, junho 13, 2006, Blogger dreams said…

    adorei este teu post...
    posso subscrevê-lo? ;)

    é mesmo assim... quem ama não prende, dança connosco sem a necessidade de conduzir a dança...
    deixa fluir... e sonha a dois...

    um beijo doce *
    “·.¸Dreams¸.·”

     
  • At 10:25 PM, junho 13, 2006, Anonymous pattyalves said…

    Mais um texto lindo. Gel, vc sumiu homem. Saudade de vc. Tá tudo bem?
    Um beijo

     
  • At 7:48 AM, junho 14, 2006, Blogger karla said…

    infelizmente a desconfiança e o ciúme são o ingredientes predominantes nalgumas relações... não sei é pk as pessoas não se consciencializam k assim não vão a lado nenhum, e em vez de construirem algo bonito e positivo, constroem antes 1 arma de destruição para a relação...

    infelizmente sei bem do k falo...

    o ciúme, é a pior coisa k pode existir numa relação, seja ela de amor, ou de amizade...

    beijinhos

     
  • At 10:45 AM, junho 14, 2006, Blogger Alma de Poeta said…

    É um facto tudo aquilo que ai postaste. No entanto não há uma regra a seguir e cada qual é livre de optar por ir por esse caminho ou se preferir outro.
    Deixo um beijo

     
  • At 11:26 AM, junho 14, 2006, Blogger Paula said…

    Há alguns anos atrás meu namorado era exatamente assim, ciumento demais, chegava a me irritar, com o tempo ele amadureceu, e hoje graças a Deus temos um relacionamento normal, e isso é muito bom...
    Beijoca amigo, bom feriado!!

     
  • At 1:07 AM, junho 15, 2006, Anonymous VIDA said…

    REALMENTE SEM PALAVRAS...

     
  • At 9:58 AM, junho 15, 2006, Anonymous Mily said…

    AMAR... uma das artes mais difíceis de se aprender! Erra-se tanto, procurando acertar! E muitas vezes, quando achamos que já 'aprendemos', que estamos prontos para amar novamente, e ficamos a espera de um novo amor para testar nossos 'conhecimentos' e o destino coloca uma outra pessoa nos nossos caminhos para que possamos com ela 'acertar' os passos... lá estamos nós tentando 'controlar' os impulsos do ciúme, tentando aceitar o tempo que a pessoa pode nos dedicar, tentando não ser invasivo, tentando não cobrar, tentando controlar, tentando tentando tentando... até que o ciclo se fecha e nos sentimos sozinhos novamente... pensando que desta vez sim, aprendemos a lição...

    AMAR... arte que se tem de aprender???

    Beijos carinhosos pra ti, em meio a flores e sorrisos, para enfeitar o teu dia.

     
  • At 10:45 PM, junho 15, 2006, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said…

    Quem ama, ama e pronto!!!

    Não importa a rzão nem como!!!
    Não existe definições e nem busca por explicações. A diferença está justamente em quem busca explicar o que já vem explicado...

    Há uma terrível e já tradicional confusão entre o que é paixão e o que é amor. São coisas completamente distintas. Uma é química e passageira e normalmente é a razão primeira para as aproximações e atropelos impensados. Na maioria dos casos, as pessoas se casam e ou se relacionam acreditando que uma ebolição hormonal seja o tão esperado amor, o que é distintamente diferente. Do que tu falas em teu post, é de amor. E pronto. Se não for isso, não o é!!! Pode ser tudo, menos amor. Quem ama protege, confia, cuida, mima, acreidta, concede e prefere!!! Quem ama brinca, releva... Quem ama aguarda a hora certa para falar. Amor, é diferente demais de paixão. Essas são passageiras, o amor, não...

    Beijinhos...
    Cris

     
  • At 12:24 PM, junho 16, 2006, Blogger Camiles said…

    eu amo uma parte do livro ame e dê vexame que é assim:
    Porque tu me amas, eu não preciso de ti. No amor, jamais nos deixamos completar. Somos, um para o outro, deliciosamente desnecessários.
    O amor é tanto, não quanto. Amar é enquanto, portanto, ponto.

    beijos

     
  • At 4:35 PM, junho 17, 2006, Anonymous enigmática said…

    QUE TEXTOOOOOOOOOOOOOOOO!!!COMO VC
    CONSEGUE TRANSMITIR NESTA TELA O QUE SINTO..AFF PARECE QUE TU ME
    CONHECE A MIM A A TANTAS LEITORAS..
    A FIDELIDADE EXISTE SIM-ACREDITO NISTO-MAS E QDO ASSIM FOR:-
    AS 2 METADADES A LARANJA-A TAMPA DA PANELA-O CHINELINHO VELHO Q CABE NAQUELE PÉ CERTINHO. E ASSIM POR DIATE.AI ENCONTRAMOS A FIDELIDADE..A FELICIDADE..A CUMPRICIDADE..
    MAS ATUALMENTE ESTES ÍCONES JA ESTÃO ESQUECIDOS.POR TANTA DESUNIÃO,POR TANTOS MODERNISMOS,POR TANTA SOLIDÃO QUE O DESESPERO E TAMANHO ENTÃO EMBARCAM NO PRIMEIRO TREM Q CHEGA NA ESTAÇÃO.AFFFFFF...
    ESTE TEMA SE TIVESSE ESPAÇO EU FALARIA DELE ATÉ O AMANHECER....
    PQ FAÇO PARTE DE UM TODO DELE!!!
    TENHA UM LINDO DOMINGO!!
    BJUSS/ENIGMATICA A POETA DA WEB

     
  • At 11:57 AM, junho 18, 2006, Blogger Ananda said…

    "Ninguém é de ninguém, temos liberdade de escolha e somos donos, não prisioneiros de nossas opções." Que lindo! Há muito q n passava por aqui, mas é sempre bom voltar e encontrar estes textos cheios de sentimento. ;) Bjs!

     
  • At 10:29 AM, junho 19, 2006, Blogger Claudia Perotti said…

    O apego é muito ruim!
    Beijinhosssssssss

     
  • At 4:13 PM, junho 19, 2006, Anonymous Rose said…

    Amor e liberdade caminham juntos, porque quem amam não precisa de correntes para ficar unido ao amado. Liga-se a ele por vontade própria.
    Grande Beijo e ótima semana!

     
  • At 8:30 PM, junho 19, 2006, Anonymous Anônimo said…

    Oi amigo, vim avisar que estou terminando meu blog. Deixe la o seu -email . Um abraço da Cam
    blogdacam.zip.net

     
  • At 1:45 PM, junho 20, 2006, Anonymous Afrodite® said…

    Olá Gel...
    Estive um pouco ausente da net e dos amigos virtuais que tanto gosto, mas agora estou voltando aos poucos, não aguento de saudades. rss
    Bjo Grande Meu e o Templo te espera hoje e sempre...
    Carinhosamente,
    http://templodaseducao.zip.net/
    ;)

     
  • At 6:29 PM, junho 20, 2006, Blogger Andréa N. said…

    Putz, tenho pensado muito nisso ultimamente. Grande timing! Abraço.

     
  • At 12:26 AM, junho 21, 2006, Blogger Rô sensualidade said…

    Concordo plenamente, amor nao é prisão, e se voltar é pq é AMOR mesmo... nada preso faz bem...nada sufocante é bom...por isso livre... assim ele sempre voltará
    BEIJOS

     
  • At 8:20 AM, junho 21, 2006, Blogger Patty said…

    Gel
    Eu voltei a blogar,amigo!Um beijo

     
  • At 4:18 AM, junho 22, 2006, Blogger stela said…

    Olá Gel, concordo com tudo, a teoria é mesmo essa e sem dúvida que se a conseguissemos pôr em prática tudo seria melhor, para nós e para os outros (as). Há uma frase que dizes no final que não poderia ser mais acertada... "porque amar exige coragem..." e sabes o que significa a palavra coragem... agir com o coração...
    beijos

     
  • At 8:46 AM, junho 22, 2006, Blogger Saramar said…

    oiiiii. Há alguém aí???
    Beijos

     
  • At 4:37 PM, junho 23, 2006, Blogger Paula said…

    Amigo, aparece, vc esta muito sumidinho... beijocas... bom final de semana!!

     
  • At 8:45 PM, julho 08, 2006, Blogger Porquê? said…

    Querido amigo,

    em primeiro lugar quero dizer-te que fiquei muito triste com o abandono prematuro da selecção brasileira do mundial! Sempre desejei que, não sendo possível para Portugal, que o Brasil fosse o campeão!!!! que pena....
    Como sempre, adorei este teu texto e concordo inteiramente contigo! Acho que também eu nasci para viver em outro tempo.... Era bom que todos os homens vivessem o amor tal como tu o descreves no último parágrafo!!!! eu só sei viver o amor dessa forma....

    E sim, é definitivamente verdade que o amor e o amar exigem muita coragem! Por isso o amor não está ao alcance de qualquer pessoa....

    Um grande beijo e até breve.....

     
  • At 8:06 PM, agosto 11, 2006, Anonymous enigmática said…

    PASSANDO PARA CONFERIR..MAS AGORA UM TANTO PREOCUPADA..POIS KD O AMIGO..SUMIDO..ESTA NO JAPÃO OUTRA VEZ??..POXA QUE SAUDADES PARA VER ESTA CONTINUAÇÃO DO AMOR...COMO SUSSURROS DA ALMA...QUE SÓ VC SABE DAR ÊNFASE A ESTE TEMA..!!!
    VOLTE SIM..EU QUE SOU TÃO APIXONADA
    POR BLOGS..NÃO CONSIGO ASSIMILAR
    UM DESAPARECIMENTO ASSIM...ACHO Q ISTO E MESMO UMA ENIGMÁTICA...
    BJUSS/MILLLL
    ESTEJAS FELIZ ONDE ESTIVER....
    ENIGMATICAS DO AMOR..

     

Postar um comentário

<< Home